Feira do MST em Belém



De 20 a 24 deste mês, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra realizou a sexta edição da 'Feira Regional Mamede Gomes de Oliveira', em homenagem ao militante do MST que foi defensor da Agroecologia.


A feira fez parte da Jornada Nacional de Lutas em Defesa da Reforma Agrária, em memória aos Mártires de Eldorado do Carajás. A campanha tem como tema, este ano, "Por terra, teto e pão, o esperançar na Amazônia resiste contra o fascismo".


Além disso, o espaço se fez repleto de atividades culturais e debates com temas como o fechamento das escolas no campo, a fome, soberania alimentar, gênero e também sobre despejos no campo e na cidade.


Marinor destacou a importância de resistir à política antiambiental de Bolsonaro. “A luta do MST é pela vida e pelos direitos dos povos do campo. Este espaço é um grande local de resistência e combate à violência no campo e de fortalecimento da agricultura familiar, e muito me honra estar em meio a tantos lutadores, que não tem medo de se posicionar contra esta política ecocida do governo federal, que fomenta os conflitos no campo, a ação de garimpeiros, grileiros e a liberação de agrotóxicos que ferem e matam a terra e a população. Resistir a estes retrocessos é mais do que necessário, é urgente! Viva a luta dos povos do campo!”.


1 visualização

Publicações Recentes:

26 de abril de 2022

Outeiro 129 anos: qualidade de vida como presente para a população

Fundos-Cor-Site-Lívia-2.png

26 de abril de 2022

Feira do MST em Belém

Fundos-Cor-Site-Lívia-2.png

26 de abril de 2022

Políticas para acabar com o racismo em lojas é tema de reunião na Alepa

Fundos-Cor-Site-Lívia-2.png

26 de abril de 2022

Eldorado dos Carajás: lembrar para não repetir

Fundos-Cor-Site-Lívia-2.png

26 de abril de 2022

Projetos valorizam a Cultura Paraense

Fundos-Cor-Site-Lívia-2.png

26 de abril de 2022

Lançamento da Marca do Festival da Canção de Ourém

Fundos-Cor-Site-Lívia-2.png